O Yeaaaah! vai mudar...

Pois é, devem estar a fazer uns quinze anos desde que me passou pela cabeça que podia ser útil ter uma agenda de concertos. Como havia esta novidade esquisita chamada internet, cedida a 56 kbps pela Telepac, pareceu-me boa ideia ver como é que se fazia uma página. Para os saudosos, na altura o endereço era um cjb.net (e, não, não era ainda a epilepsia emocional, era curiosamente um nome ainda mais trágico).

Com o passar dos anos, a agenda de concertos foi tendo cada vez mais visitas[1], mais concertos, ficando mais e mais completa. Foi também, como sabem, mudando de nome até ao atual Yeaaaah!, cuja ideia era possibilitar internacionalizar a ideia. Curiosamente, o que acabou por acontecer não foi uma internacionalização da ideia mas sim de mim mesmo, tendo abandonado o país no início de 2011. Desde então tenho tentado dar conta do recado mas a realidade é que, mesmo com a ajuda de algumas pessoas (olá Diana), isto tem exigido muito mais do que eu posso atualmente dar.

Perante esta situação, decidi mudar algumas coisas na agenda de concertos de modo a permitir que ela continue a ser interessante e útil sem que seja ao mesmo tempo um empecilho.

Vai haver uma redução considerável dos concertos na agenda e um foco particular em Lisboa e Porto.
Tentei, desde sempre, evitar restringir o país a Lisboa e Porto e esforcei-me por promover regiões que normalmente não têm qualquer promoção a nível cultural. Exemplos disso terão sido os destaques que aconteciam a concertos nos Açores[2], Vila Real ou Guarda. Acontece que não só é um trabalho bastante moroso como também o é ingrato pois é muito difícil ter uma boa cobertura do que por lá se passa. A boa notícia é que os jornais e rádios locais fazem esse trabalho com muito melhor qualidade do que esta agenda alguma vez o poderia fazer.

Vai deixar de ser possível aos utilizadores adicionar concertos.
Uma consequência do foco em Lisboa e Porto é que a agenda vai estar mais próxima de certas salas e, nesse sentido, uma poupança considerável do tempo investido a gerir a agenda é ganho ao restringir que os utilizadores possam adicionar concertos[3]. Algumas pessoas faziam isto com muita dedicação e, a essas em particular, as minhas desculpas por não conseguir dar vazão às vossas ajudas, é algo que me incomoda bastante.

Vai deixar de haver resposta aos emails.
Chegam a ser centenas de emails por dia. É, de longe, onde mais tempo se perde ao gerir a agenda e acaba por ser também onde se tem o pior proveito. É, portanto, altamente ineficaz. Tendo em conta que é o único meio por onde é possível receber correções, vou tentar ao máximo dar conta dessas mesmas correções. Mas todos os outros emails vão ficar muito provavelmente sem leitura e resposta, desculpem.

Vão deixar de aparecer alguns detalhes dos concertos como a hora e o preço dos bilhetes.
Não que haja muitos erros na agenda mas quando existem, na maioria dos casos, é uma falha na hora ou no preço dos bilhetes. Outro grande problema destes detalhes é que é praticamente impossível saber quando ocorre uma alteração. Houve recentemente esse mesmo caso, um artista que tinha um concerto marcado para o início da noite acabou por realizar esse concerto à tarde sem que nos tivesse chegado essa informação. Algumas pessoas ficaram, claro, bastante desiludidas ao lá chegarem à hora promovida pela agenda de concertos.

Espero que compreendam os motivos para estas alterações e que continuem a seguir a agenda de concertos no futuro. Caso prefiram procurar algumas alternativas, deixo aqui umas sugestões.

- Arte-Factos: arte-factos.net
- Ponto Alternativo: pontoalternativo.com
- Festivais de Verão: festivaisverao.com
- Songkick: songkick.com
- Last.fm: last.fm

Até depois,

Pedro M.

[1] Sobre as visitas: a contagem oficial começou com a mudança de nome para epilepsia emocional e, desde então, já se passou os cinco milhões de visitas. Para os mais curiosos, estas visitas são contabilizadas usando o "Sessions" (antigo "Visits") do Google Analytics.

[2] Por falar nos Açores: estive recentemente na ilha de São Miguel a cumprir um antigo sonho de (finalmente) visitar os Açores. É tudo o que esperava e tão mais. Se não voltar a promover os Açores nesta agenda então que esta seja a última vez que o faço: façam-vos um favor e, se tiverem possibilidade, dêem lá um salto. Eu sei que irei voltar para conhecer as restantes ilhas.

[3] Sobre os concertos adicionados por utilizadores: penso que as pessoas tendem a não saber mas cada concerto adicionado é verificado e confirmado para evitar ao máximo erros de divulgação. No entanto, de vez em quando lá passou um erro (um dia errado ou um local errado). Outra curiosidade que ninguém deve saber: semanalmente (para não dizer diariamente...) há alguém que decide adicionar um concerto do Justin Bieber.